portal da computação    ciência da computação     engenharia de computação     pós-graduação webmail
Computação UFPel
A área de Computação da Universidade Federal de Pelotas congrega docentes e pesquisadores ligados à área de Computação na universidade. Composta primariamente por docentes lotados no Centro de Desenvolvimento Tecnológico, é responsável pelos cursos de Ciência da Computação, Engenharia de Computação e Mestrado em Ciência da Computação.
por Computação UFPel, 15 dias atrás

Na terça-feira, dia 19 de maio, as 08h ocorrerá a palestra “Melhorando a Web Social com a Web Semântica“, a ser proferida pelo professor doutor Diego Torres da Universidad Nacional de La Plata (Argentina). O evento ocorrerá no Auditório da Reitoria, no quarto andar do Campus Porto, e é aberta à comunidade. A palestra poderá ocorrer em inglês ou espanhol, dependendo da preferência do público presente.

Resumo da palestra
“La Web Social y la Web Semántica han impactado en la forma en que la creación de conocimiento se ha llevado a cabo en la Web. La Web Social promociona la participación de los usuarios para crear y editar contenido y conocimiento en la Web. La proliferación de contenido y la necesidad de tener una administración automatizada de esta información disparó la aparición de la Web Semántica. Actualmente, la Web Social y la Web Semántica conviven y comparten un mismo tema: un mejor manejo del conocimiento. Sin embargo, la mayoría de la información en la Web Social no es parte de la Web Semántica, y la información de la Web Semántica no es utilizada para mejorar a la Web Social. Esta tesis presenta un enfoque innovador para estimular una co-evolución entre la Web Semántica y la Web Social: las fuerzas que impulsan la Web Social y las herramientas que llevan a cabo la Web Semántica trabajando en conjunto con el fin de tener beneficios mutuos. En este trabajo afirmamos que la co-evolución entre la Web Social y la Web Semántica mejorará la generación de información semántica en la Web Semántica, y mejorará la producción de conocimiento en la Web Social.”

por Julio Carlos Balzano de Mattos, 18 dias atrás

Critérios para reopção,transferência e reingresso para o curso da CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO:

A análise e a seleção dos candidatos, dentro do limite de vagas do Curso definido por edital (Edital 011/2015), obedecerá aos seguintes critérios:

i) o candidato deve ter cursado disciplinas que deverão ser aproveitadas como as disciplinas obrigatórias do primeiro semestre do Curso, não sendo aproveitada vaga para candidato que venha a ocupar, integralmente, o primeiro semestre do Curso; e

ii) reopção ou transferência de alunos oriundos de mesmo curso ou outro curso da mesma área.

Para classificação dos candidatos será realizada a análise do histórico escolar do

candidato, quanto aos seguintes critérios:

1. Maior número de créditos em disciplinas obrigatórias do curso que deverão ser aproveitadas;

2. Média das notas obtidas nas disciplinas aproveitadas; e

3. Média geral das notas nas disciplinas do histórico

por Julio Carlos Balzano de Mattos, 18 dias atrás

Critérios de Seleção para o Curso de Engenharia de Computação – 2015/2

A análise e a seleção dos candidatos, dentro do limite de vagas do Curso definido por edital (Edital 11/2015), obedecerá os critérios abaixo. É requisito para a seleção:

  1. que o aluno, na hipótese de ingresso, não virá a cursar, majoritariamente, disciplinas do primeiro semestre do Curso;
  2. tenha créditos em seu curso de origem que possam ser reaproveitados no Curso.

A classificação dos candidatos será feita seguindo os seguintes critérios:

  1. Maior número de créditos, após o processo de reaproveitamento de créditos, em disciplinas obrigatórias do Curso;
  2. Média das notas obtidas nas disciplinas aproveitadas;
  3. Média geral das notas de todas disciplinas do histórico escolar;
  4. Semestre das disciplinas a serem cursadas no semestre de ingresso; será dada preferência para alunos que, na hipótese de ingressarem, cursarão majoritariamente disciplinas do segundo, quarto, sexto e oitavo semestres do Curso.
por Marilton Sanchotene de Aguiar, 22 dias atrás

CLIQUE AQUI para ver o resultado da Seleção do Programa de Bolsas Acadêmicas – Modalidade Iniciação ao Ensino (Edital no 01/15) do Projeto de Apoio à Aprendizagem e Combate a Desistência em Disciplinas dos Cursos de Ciência e Engenharia de Computação, sob responsabilidade do Prof. Rafael Iankowski Soares.

por Computação UFPel, 30 dias atrás

A CAPES aprovou neste mês (Abril de 2015) o pedido de abertura do curso de Doutorado em Ciência da Computação pelo Programa de Pós-Graduação em Computação (PPGC) da UFPel. Como primeiro doutorado na área no interior do Rio Grande do Sul, o curso atende uma crescente demanda por pesquisadores qualificados na região e contribui para a expansão da pós-graduação no país.

O curso representa um importante marco e reconhecimento para a área de Computação da UFPel, que iniciou em 1992 com o curso de Informática (hoje Ciência da Computação), criou em 2009 o curso de Engenharia de Computação e em 2010 o curso de Mestrado em Ciência da Computação. Em franca expansão em um ambiente que preza pela integração de docentes e discentes de todos os níveis, a área hoje agrega mais de 400 alunos e 26 docentes, tendo já formado 27 mestres. O Programa de Pós-Graduação em Computação da UFPel é composto por quatro Linhas de Pesquisa: Fundamentos da Computação, Processamento Paralelo e Distribuído, Sistemas Digitais e Embarcados e Sistemas Inteligentes.

O ingresso se dará por meio de edital público de seleção e a expectativa é de que o primeiro seja lançado ainda este ano. Maiores detalhes, incluindo datas, número de vagas e critérios de seleção serão divulgados no portal da Computação-UFPel tão logo sejam definidos.

Se quiser ser informado por e-mail quando do lançamento do edital, preencha o formulário de registro de interesse.

por Secretaria Computação, 30 dias atrás

Os Cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Computação do CDTec-UFPel tornam público o Processo Seletivo para o preenchimento de vagas no Programa Bolsas Acadêmicas, modalidade monitoria. Os alunos habilitados e interessados devem fazer a inscrição na secretaria dos cursos até o dia 04 de Maio de 2015, conforme o edital.

por Secretaria PPGC, 32 dias atrás

Título: “Consolidação do estudo e análise da robustez de operadores fuzzy considerando a abordagem intuicionista.”

Autor: Rosana Medina Zanotelli

Orientadora: Profa. Dra. Renata Hax Sander Reiser (UFPEL)
Co-orientadora: Profa. Dra. Simone Andre da Costa Cavalheiro (UFPEL)

Membros da Banca
Profa. Dra. Alice Kozakevicius (UFSM)
Prof. Dr. Benjamin Rene calejas Bedregal (UFRN)
Profa. Dra. Luciana Foss (UFPEL)
Prof. Dr. Marilton Sanchotene Aguiar (UFPEL)

Data: 28 de abril de 2015
Hora: 10:30h
Local: SalaPós Graduação 2  – 4o. andar – Campus Anglo

Resumo:

Esta dissertação contribui com a análise da robustez na Lógica Fuzzy, como uma importante  fundamentação para modelagem e desenvolvimento de sistemas robustos, estendendo esta análise para a abirdagem intuicionista. Neste contexto, considera-se o estudo da robustez de conectivos da lógica intuicionista, como proposta por Krassimir Atanassov. Primeiramente,  trabalho também considera a análise da sensibilidade ponto a ponto destes conectivos fuzzy e suas construções duais, como proposta em Li.et.al. e essencialmente focados em propriedades algébricas como a monotonicidade. A análise de robustez pode ser diretamente verificada a partir de operadores fuzzy  usando duas estratégias: (i) a sensibilidade ponto a ponto de operadores fuzzy baseado na análise da monotoniciade de seus argumentos (negações, agregações, implicações e coimplicações); e (ii) a avaliação do comportamento dos operadores fuzzy nos pontos terminais do intervalo unitário, onde a monotonicidade não pode ser aplicada (conectivos Xor, XNor e derivações, bi-implicações e bi-coimplicações). A partir da avaliação da sensibilidade de conectivos fuzzy, a metodologia proposta estende os resultados para classes de conectivos fuzzy intuicionistas.  Como  principal contribuição, formalmente estabelece-se que a robutez preserva as construções duais e as funções de projeção relacionadas a conectivos fuzzy intuicionistas representáveis.

por Felipe Marques, 64 dias atrás

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO – PPGC

Título: Têmpera Simulada aplicada no Mapeamento Tecnológico de FPGAs baseadas em LUTs 
Autor: Matheus Garcia Nachtigall

Banca:
Prof. Paulo Roberto Ferreira Junior (orientador UFPEL)
Prof. Felipe de Souza Marques (co-orientador UFPEL)

Prof. Adriel Mota Ziesemer Junior (IFRS)
Prof. Leomar Soares da Rosa Junior (UFPEL)
Prof. Marilton Sanchotene de Aguiar (UFPEL)

Data: 27 de março de 2015
Hora: 13:00h
Local: Laboratório 1 – 4o. andar – Campus Anglo

Resumo

Existem várias técnicas para a otimização de atributos de circuitos integrados. O foco atual dessas técnicas é a minimização da a área do circuito em questão. Porém as técnicas existentes possuem diversas etapas que precisam ser melhoradas, entre elas a etapa de Mapeamento Tecnológico (MT). O Mapeamento Tecnológico é uma etapa crucial no processo de síntese lógica, pois ele define qual conjunto de elementos lógicos serão utilizados para implementar o circuito na tecnologia alvo. Na literatura existem várias abordagens diferentes para otimização da etapa de mapeamento e atualmente as metodologias iterativas estão se popularizado.

Esta dissertação propõe uma nova abordagem para o Mapeamento Tecnológico de Field Programmable Gate Arrays (FPGAs), baseada em técnicas de otimização de Inteligência Artificial (IA), mais especificamente a técnica de Têmpera Simulada. A utilização de uma técnica de IA no Mapeamento Tecnológico é uma abordagem promissora pois se diferencia fortemente das técnicas já existentes, devido aos fatores de aleatoriedade em técnicas de otimização baseados em IA.

A abordagem elaborada age em uma etapa do mapeamento chamada de cobertura, criando uma solução para o circuito baseada no número de cortes-K necessários para uma cobertura total do mesmo. Cada corte-K pode ser diretamente relacionado a uma Look-Up Table(LUT) da tecnologia FPGA, permitindo assim a geração de um circuito com a lógica equivalente a requisitada. Essa abordagem foi implementada na ferramenta FlexMap, a qual é um framework para o desenvolvimento de métodos para o MT. Foram realizados testes em 85 benchmarks dos pacotes ISCAS85 e MCNC91, amplamente conhecidos na área e frequentemente utilizados para testes de desempenho de novas abordagens. Os testes realizados apresentaram resultados promissores, mostrando que a abordagem desenvolvida consegue encontrar soluções comparáveis em vários casos à ferramenta ABC, considerada estado-da-arte no processo de MT. Os resultados obtidos pela abordagem pela abordagem proposta obtiveram melhoras em aproximadamente 19% dos casos avaliados com k=4 e 26% dos casos com k=5 sobre os resultados do ABC.

outras notícias recentes
por Ricardo Matsumura Araujo em 17/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em 16/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em
por Felipe Marques em 04/03/2015
por Marilton Sanchotene de Aguiar em 02/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em 01/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em
por Felipe Marques em 28/02/2015
por Felipe Marques em 27/02/2015
por Computação UFPel em 19/02/2015
por Computação UFPel em
por Felipe Marques em 04/02/2015
Não há eventos no momento.
CDTec UFPel
Find us on Google+