portal da computação    ciência da computação     engenharia de computação     pós-graduação webmail
Computação UFPel
A área de Computação da Universidade Federal de Pelotas congrega docentes e pesquisadores ligados à área de Computação na universidade. Composta primariamente por docentes lotados no Centro de Desenvolvimento Tecnológico, é responsável pelos cursos de Ciência da Computação, Engenharia de Computação e Mestrado em Ciência da Computação.
por Computação UFPel, uma semana atrás

A CAPES aprovou neste mês (Abril de 2015) o pedido de abertura do curso de Doutorado em Ciência da Computação pelo Programa de Pós-Graduação em Computação (PPGC) da UFPel. Como primeiro doutorado na área no interior do Rio Grande do Sul, o curso atende uma crescente demanda por pesquisadores qualificados na região e contribui para a expansão da pós-graduação no país.

O curso representa um importante marco e reconhecimento para a área de Computação da UFPel, que iniciou em 1992 com o curso de Informática (hoje Ciência da Computação), criou em 2009 o curso de Engenharia de Computação e em 2010 o curso de Mestrado em Ciência da Computação. Em franca expansão em um ambiente que preza pela integração de docentes e discentes de todos os níveis, a área hoje agrega mais de 400 alunos e 26 docentes, tendo já formado 27 mestres. O Programa de Pós-Graduação em Computação da UFPel é composto por quatro Linhas de Pesquisa: Fundamentos da Computação, Processamento Paralelo e Distribuído, Sistemas Digitais e Embarcados e Sistemas Inteligentes.

O ingresso se dará por meio de edital público de seleção e a expectativa é de que o primeiro seja lançado ainda este ano. Maiores detalhes, incluindo datas, número de vagas e critérios de seleção serão divulgados no portal da Computação-UFPel tão logo sejam definidos.

Se quiser ser informado por e-mail quando do lançamento do edital, preencha o formulário de registro de interesse.

por Secretaria Computação, uma semana atrás

Os Cursos de Ciência da Computação e Engenharia de Computação do CDTec-UFPel tornam público o Processo Seletivo para o preenchimento de vagas no Programa Bolsas Acadêmicas, modalidade monitoria. Os alunos habilitados e interessados devem fazer a inscrição na secretaria dos cursos até o dia 04 de Maio de 2015, conforme o edital.

por Secretaria PPGC, 9 dias atrás

Título: “Consolidação do estudo e análise da robustez de operadores fuzzy considerando a abordagem intuicionista.”

Autor: Rosana Medina Zanotelli

Orientadora: Profa. Dra. Renata Hax Sander Reiser (UFPEL)
Co-orientadora: Profa. Dra. Simone Andre da Costa Cavalheiro (UFPEL)

Membros da Banca
Profa. Dra. Alice Kozakevicius (UFSM)
Prof. Dr. Benjamin Rene calejas Bedregal (UFRN)
Profa. Dra. Luciana Foss (UFPEL)
Prof. Dr. Marilton Sanchotene Aguiar (UFPEL)

Data: 28 de abril de 2015
Hora: 10:30h
Local: SalaPós Graduação 2  – 4o. andar – Campus Anglo

Resumo:

Esta dissertação contribui com a análise da robustez na Lógica Fuzzy, como uma importante  fundamentação para modelagem e desenvolvimento de sistemas robustos, estendendo esta análise para a abirdagem intuicionista. Neste contexto, considera-se o estudo da robustez de conectivos da lógica intuicionista, como proposta por Krassimir Atanassov. Primeiramente,  trabalho também considera a análise da sensibilidade ponto a ponto destes conectivos fuzzy e suas construções duais, como proposta em Li.et.al. e essencialmente focados em propriedades algébricas como a monotonicidade. A análise de robustez pode ser diretamente verificada a partir de operadores fuzzy  usando duas estratégias: (i) a sensibilidade ponto a ponto de operadores fuzzy baseado na análise da monotoniciade de seus argumentos (negações, agregações, implicações e coimplicações); e (ii) a avaliação do comportamento dos operadores fuzzy nos pontos terminais do intervalo unitário, onde a monotonicidade não pode ser aplicada (conectivos Xor, XNor e derivações, bi-implicações e bi-coimplicações). A partir da avaliação da sensibilidade de conectivos fuzzy, a metodologia proposta estende os resultados para classes de conectivos fuzzy intuicionistas.  Como  principal contribuição, formalmente estabelece-se que a robutez preserva as construções duais e as funções de projeção relacionadas a conectivos fuzzy intuicionistas representáveis.

por Felipe Marques, 41 dias atrás

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO – PPGC

Título: Têmpera Simulada aplicada no Mapeamento Tecnológico de FPGAs baseadas em LUTs 
Autor: Matheus Garcia Nachtigall

Banca:
Prof. Paulo Roberto Ferreira Junior (orientador UFPEL)
Prof. Felipe de Souza Marques (co-orientador UFPEL)

Prof. Adriel Mota Ziesemer Junior (IFRS)
Prof. Leomar Soares da Rosa Junior (UFPEL)
Prof. Marilton Sanchotene de Aguiar (UFPEL)

Data: 27 de março de 2015
Hora: 13:00h
Local: Laboratório 1 – 4o. andar – Campus Anglo

Resumo

Existem várias técnicas para a otimização de atributos de circuitos integrados. O foco atual dessas técnicas é a minimização da a área do circuito em questão. Porém as técnicas existentes possuem diversas etapas que precisam ser melhoradas, entre elas a etapa de Mapeamento Tecnológico (MT). O Mapeamento Tecnológico é uma etapa crucial no processo de síntese lógica, pois ele define qual conjunto de elementos lógicos serão utilizados para implementar o circuito na tecnologia alvo. Na literatura existem várias abordagens diferentes para otimização da etapa de mapeamento e atualmente as metodologias iterativas estão se popularizado.

Esta dissertação propõe uma nova abordagem para o Mapeamento Tecnológico de Field Programmable Gate Arrays (FPGAs), baseada em técnicas de otimização de Inteligência Artificial (IA), mais especificamente a técnica de Têmpera Simulada. A utilização de uma técnica de IA no Mapeamento Tecnológico é uma abordagem promissora pois se diferencia fortemente das técnicas já existentes, devido aos fatores de aleatoriedade em técnicas de otimização baseados em IA.

A abordagem elaborada age em uma etapa do mapeamento chamada de cobertura, criando uma solução para o circuito baseada no número de cortes-K necessários para uma cobertura total do mesmo. Cada corte-K pode ser diretamente relacionado a uma Look-Up Table(LUT) da tecnologia FPGA, permitindo assim a geração de um circuito com a lógica equivalente a requisitada. Essa abordagem foi implementada na ferramenta FlexMap, a qual é um framework para o desenvolvimento de métodos para o MT. Foram realizados testes em 85 benchmarks dos pacotes ISCAS85 e MCNC91, amplamente conhecidos na área e frequentemente utilizados para testes de desempenho de novas abordagens. Os testes realizados apresentaram resultados promissores, mostrando que a abordagem desenvolvida consegue encontrar soluções comparáveis em vários casos à ferramenta ABC, considerada estado-da-arte no processo de MT. Os resultados obtidos pela abordagem pela abordagem proposta obtiveram melhoras em aproximadamente 19% dos casos avaliados com k=4 e 26% dos casos com k=5 sobre os resultados do ABC.

por Ricardo Matsumura Araujo, 50 dias atrás

Este post é parte de um esforço continuado em fornecer à Comunidade informações sobre o andamento do Programa de Pós-Graduação em Computação da UFPel.

O ano de 2014 foi marcado pela continuidade no crescimento e qualificação do PPGC em diversos aspectos. O curso de Mestrado em Ciência da Computação titulou no ano 12 novos mestres, totalizando 27 mestres formados nos seus três anos de funcionamento. Foram também recebidos 24 novos alunos regulares, selecionados em edital que novamente contemplou vagas específicas para candidatos oriundos de empresas com histórico de investimentos em pesquisa, desenvolvimento ou inovação. Destes, todos que solicitaram bolsa tiveram seus pedidos atendidos ao longo do ano. Também ingressaram 20 novos alunos especiais, em dois editais no ano.

O corpo docente do Programa também viu avanços, com a chegada de dois novos pesquisadores. O professor Cristian Cechinel, da Faculdade de Educação da UFPel, ingressou como docente colaborador em Maio/2014, atuando na linha de Sistemas Inteligentes. Também como colaboradora ingressou a professora Tatiana Aires Tavares, da Universidade Federal da Paraíba, em Dezembro/2014, atuando na linha de Sistemas Digitais e Embarcados. Com eles, o PPGC finalizou o ano com 23 docentes (18 permanentes e 5 colaboradores).

A qualificação do corpo docente e a ampliação da internacionalização foi outra meta atingida no ano por meio de estágios pós-doutorais. O PPGC enviou três docentes para pós-doutoramento em instituições européias e recebeu outros dois pesquisadores. Os professores Paulo Roberto Ferreira Junior e Lisane Brisolara realizaram suas atividades na University of York, no Reino Unido e o professor Marcelo Schiavon Porto encontra-se na Universidade de Coimbra, em Portugal. O retorno destes docentes trará não só uma maior qualificação dos mesmos, mas também um estreitamento das relações institucionais entre as Universidades envolvidas.

Os pesquisadores acolhidos em pós-doutoramento no PPGC como sede de seus próprios projetos de pós-doutoramento são a pesquisadora Daniela Brauner e Guilherme Correa. A pesquisadora Daniela conta com bolsa atribuída Programa Nacional de Pós-Doutorado, da CAPES. Ambos atuam no programa complementando projetos existentes e executando novos projetos de pesquisa em cooperação com os demais docentes e mestrandos.

A produção técnica do corpo docente e discente também viu expressivo incremento no ano, continuando a trajetória ascendente observada desde 2012. Duas métricas são centrais no acompanhamento. O índice geral é a média de pontos por docente obtidos com publicações em conferências e periódicos, medidos pelo Qualis-CAPES, enquanto o índice restrito considera apenas publicações nos estratos superiores (A1 a B1). O índice geral cresceu 11% em relação a 2013 enquanto o índice restrito cresceu 10.5%.

Índices Anuais PPGC 2014

Embora o número total de publicações tenha reduzido ligeiramente, o número de publicações qualificadas em conferências e periódicos aumentou em 37% e 21%, respectivamente. Destaca-se ainda no ano a obtenção, pela docente Renata Reiser, de Bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq, incrementando o número de bolsistas PQ no Programa.

Novos projetos e parcerias importantes foram firmados no ano. Dois projetos submetidos ao Edital Universal do CNPq e dois ao Edital PqG da FAPERGS foram aprovados e financiados. Um projeto do Programa Nacional de Cooperação Acadêmica (Procad) foi aprovado, em cooperação com a USP e UnB, ampliando as interações entre estas instituições e promovendo a mobilidade acadêmica.

Importantes equipamentos foram adquiridos com recursos captados de diferentes editais, incluindo Pró-Equipamentos (CAPES) e Proinfra (FINEP). Destacam-se dois quadricópteros para projeto em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Hídrica da UFPel e um servidor de processamento de alto desempenho para uso do Programa.

Em conclusão, o ano de 2014 demonstrou a continuidade na tendência de crescimento em todas principais métricas observadas, atingindo seus maiores valores históricos, fruto dos esforços dos docentes, discentes, técnicos-administrativos e da administração da UFPel.

por Julio Carlos Balzano de Mattos, 51 dias atrás

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Título:
Estudo e avaliação de arquiteturas de processadores embarcados quanto ao uso de memória
Autor:
Lizandro de Souza Oliveira

Orientadores:
Prof. Júlio Carlos Balzano de Mattos (orientador)
Profa. Lisane Brisolara de Brisolara (co-orientadora)

Banca:
Prof. Mateus Beck Rutzig (UFSM)
Prof. Felipe de Souza Marques (UFPel)
Prof. Rafael Iankowski Soares (UFPel)

Data: 20 de março de 2015
Hora: 10:00h
Local: Auditório Acadêmico – 4o. andar – Campus Anglo

por Julio Carlos Balzano de Mattos, 51 dias atrás

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

Título: SEMA: Uma abordagem baseada em medição interna para avaliar eficiência energética de aplicativos Android

Autor:
Leonardo Matthis Fischer

Orientadores:
Profa. Lisane Brisolara de Brisolara (orientadora)
Prof. Júlio Carlos Balzano de Mattos (co-orientador)

Banca:
Prof. Mateus Beck Rutzig (UFSM)
Prof. Leormar Soares da Rosa Junior (UFPEL)
Prof. Denis Teixeira Franco (UFPEL)

Data: 20 de março de 2015
Hora: 15:00h
Local: Laboratório 1 – Computação – 4o. andar – Campus Anglo

por Felipe Marques, 63 dias atrás
Conforme previsto no Artigo 23 do Regimento Interno do PPGC, o Colegiado definiu a ordem de prioridade para obtenção de bolsas do programa, seguindo a listagem abaixo.
  1. Ruhan Ávila Conceição
  2. Maicon Schneider Cardoso
  3. Fernando Angelin
  4. Gustavo Graña Gomes da Silva
  5. Eduardo Soares de Abreu
  6. Vitor Alano de Ataides
  7. Lisandro Luiz da Silva
  8. Alex Bertei
  9. Felipe Lemões Haertel
  10. Diego Porto Jaccottet
  11. Adriana Bordini
outras notícias recentes
por Marilton Sanchotene de Aguiar em 02/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em 01/03/2015
por Julio Carlos Balzano de Mattos em
por Felipe Marques em 28/02/2015
por Felipe Marques em 27/02/2015
por Computação UFPel em 19/02/2015
por Computação UFPel em
por Felipe Marques em 04/02/2015
por Felipe Marques em 28/01/2015
por Felipe Marques em
por Julio Carlos Balzano de Mattos em 22/01/2015
por Felipe Marques em
Não há eventos no momento.
CDTec UFPel
Find us on Google+