portal da computação    ciência da computação     engenharia de computação     pós-graduação webmail
Banca do PCC: Alice Fonseca Finger
por Marilton Sanchotene de Aguiar, 5 anos, 246 dias atrás

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Apresentações do Projeto de Conclusão de Curso (2011/2)

Análises de Complexidade e Numérica do Modelo Hidrológico para Previsões de Inundações em Rios
por
Alice Fonseca Finger

Banca:
Profa. Aline Brum Loreto (orientador)
Prof. Marilton Sanchotene de Aguiar (co-orientador)
Prof. Paulo Roberto Ferreira Jr
Prof. Andre Luis Andrejew Ferreira
Prof. Samuel Beskow

Data: 23 de novembro de 2011

Hora: 16:00h

Local: Sala 429

Resumo do Trabalho:

O número de inundações em rios tem aumentado significativamente em diversas localidades do Brasil, causando enormes prejuízos à população. Diante desse fato, o presente trabalho propõe estimar o dia em que o volume de um rio irá transbordar. Para a simulação de inundação adota-se um modelo teórico matemático, onde nas resoluções das equações que representam o modelo, propõe-se aplicar métodos numéricos simples, a fim de analisar qual método apresenta melhor solução, considerando o esforço computacional e a exatidão da solução. Modelos hidrológicos existentes na literatura representam matematicamente o fluxo de água e seus constituintes sobre alguma parte da superfície e/ou subsuperfície terrestre. Porém, esses modelos são complexos e de difícil aplicação e com a aplicação de métodos numéricos simples, espera-se e deseja-se que tornem-se melhor aplicáveis. No presente trabalho, realizou-se a análise da complexidade dos algoritmos dos métodos numéricos de passos simples (propostas para solução do problema de estimar o tempo de inundação em rios) e do método de Burgers (utilizado no modelo teórico adotado). Da análise de complexidade, verifica-se que o modelo hidrológico adotado neste trabalho realiza a previsão através da solução de Burgers, com complexidade de ordem polinomial O(n^2). Mas, ao utilizar métodos de passos simples para prever o dia da inundação, essa complexidade reduz para O(n). Após a análise dos métodos numéricos, identifica-se qual método numérico de passos simples é o mais indicado para ser utilizado na solução do modelo teórico adotado (considerando solução mais aproximada com a calculada por Burgers), define-se um modelo computacional e realiza-se a simulação numérica de inundação considerando dados hidrológicos pertinentes à área física de determinado rio/arroio da região sul do Rio Grande do Sul (RS).

Para mais informações acesse: http://inf.ufpel.edu.br/nopcc/doku.php?id=bancas:2011_2

CDTec UFPel
Find us on Google+