portal da computação    ciência da computação     engenharia de computação     pós-graduação webmail
Defesa de Dissertação de Mestrado: Rafael Rodrigues Bastos
por Computação UFPel, 4 anos, 203 dias atrás

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS 
CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO 
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMPUTAÇÃO

DEFESA DE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO – PPGC

Título:

Modelagem matemática para a quantificação de dióxido de carbono neutralizado por plantios comerciais de eucalipto na região de Bagé-RS

Autor:
Rafael Rodrigues Bastos

Banca:
Profa. Aline Brum Loreto (UFPel/Orientadora)
Prof. Leonardo Ramos Emmendorfer (FURG)
Prof. André Rauber Du Bois (UFPel)
Profa. Luciana Foss (UFPel)

Data: 1 de março de 2013
Hora: 10:30h
Local: Auditório 4o andar

Resumo: Os autômatos celulares são modelos abstratos utilizados para descrever sistemas naturais possibilitando a análise de padrões complexos a partir de uma formulação simplificada. Sendo constituídos por estruturas compostas por um reticulado de células, onde cada célula evolui de acordo com as características das células vizinhas, podem ser utilizados para a modelagem de sistemas naturais. As mudanças climáticas e ambientais causadas pelo acúmulo de dióxido de carbono atmosférico podem ser consideradas como um dos grandes problemas da humanidade nos últimos séculos. As árvores, devido ao seu potencial de sequestro do dióxido de carbono atmosférico, podem ser consideradas e empregadas no auxílio da redução da concentração atmosférica deste gás. O eucalipto é um gênero de árvores não nativas que, por apresentarem boa adaptação aos mais variados ambientes, elevada taxa de crescimento e facilitado reflorestamento, suas espécies são amplamente indicadas para auxiliar na neutralização de dióxido de carbono atmosférico. O Rio Grande do Sul concentra grandes áreas de plantações de eucalipto. Na região de Bagé-RS, plantios comerciais de eucalipto vêm crescendo nos últimos anos, principalmente, devido ao aumento da demanda da indústria de celulose e papel. Esta região é também marcada pela presença de relevantes fontes emissoras de poluentes atmosféricos. A presença destas fontes poluentes e de grandes plantações comerciais de eucalipto nesta região torna interessante a quantificação do potencial de neutralização de dióxido de carbono atmosférico destas plantações. Neste sentido, o presente trabalho propõe a formalização de um modelo matemático para a simulação da neutralização de dióxido de carbono para uma plantação comercial de eucalipto, implementado computacionalmente utilizando a metodologia dos autômatos celulares, considerando a possibilidade de ataque por pragas ao plantio para a contabilização de árvores mortas, bem como a influência da escolha do espaçamento que mostrou-se um dos principais fatores que afetam o potencial de neutralização de dióxido de carbono de um plantio.

CDTec UFPel
Find us on Google+