portal da computação    ciência da computação     engenharia de computação     pós-graduação webmail
Banca de TCC: Aline Rodrigues Tonini
por Marilton Sanchotene de Aguiar, 2 anos, 256 dias atrás

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
CENTRO DE DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

Apresentações Finais (2014/2)

Sustentabilidade de Produtos de Software: Uma Avaliação de Aplicativos Móveis
por
Aline Rodrigues Tonini

Curso:
Ciência da Computação

Banca:
Profa. Lisane Brisolara de Brisolara (orientador)
Profa. Milena Rota Sena Marques (co-orientador)
Prof. Júlio Carlos Balzano de Mattos
Profa. Luciana Foss

Data: 15 de Dezembro de 2014

Hora: 17:00h

Local: Lab 1

Resumo do Trabalho: Atualmente, a computação e a Tecnologia da Informação fazem parte do dia a dia das pessoas e empresas, trazendo efeitos positivos como o aumento da produtividade. No entanto, manter tantos sistemas computacionais funcionando requer um alto gasto de recursos energéticos, assim como, a evolução rápida da área provoca outros impactos negativos ao meio ambiente como a geração de lixo eletrônico. Este cenário tem motivado a discussão sobre o desenvolvimento sustentável da Tecnologia da Informação e a criação de uma nova área de pesquisa conhecida como Engenharia de Software Sustentável. Este trabalho aborda a avaliação de sustentabilidade de software, revisando qualidade de software e modelos de sustentabilidade propostos recentemente, que se preocupam tanto com a sustentabilidade no processo, quanto do produto. Uma análise dos benefícios das características e subcaracterísticas de qualidade definidas pela ISO/IEC 25010, norma de qualidade de software vigente, é realizada,  a qual considera os três pilares da sustentabilidade, o econômico, o social e o ambiental. Esta análise resultou na definição de um fator de sustentabilidade que deve ser incluído a cada subcaracterística contemplada pela norma e na proposta de uma abordagem para avaliação da sustentabilidade de software. A avaliação proposta baseia-se na análise quantitativa de características de qualidade do produto de software através de métricas bastante difundidas na comunidade de software. Para demonstrar o emprego da abordagem proposta, experimentos foram realizados com aplicativos móveis, para os quais foram levantadas métricas estáticas, para avaliar as subcaracterísticas modularidade, modificabilidade e reusabilidade e também métricas dinâmicas, para avaliar a característica eficiência, tanto temporal quanto energética. Os resultados dos experimentos reforçam que a sustentabilidade não pode ser avaliada apenas pela característica eficiência e que um aplicativo pode ser sustentável no ponto de vista energético, porém no que se refere a manutenibilidade, o mesmo pode ser considerado não sustentável.

Para mais informações acesse: http://inf.ufpel.edu.br/notcc/doku.php?id=bancas:2014_2

CDTec UFPel
Find us on Google+